FANDOM


Slide1
ADG

Capa da revista ADG 19, exemplar do ano 2000. A ADG é a Associação de Designers Gráficos

Diferentemente dos livros, as revistas sempre propiciaram aos designers certa liberdade na criação de suas páginas, com a condição de que estas apresentem uma identidade visual dentro do projeto, como podemos observar de forma muito clara em revistas como a da ADG e a ABC Design, onde inclusive existem equipes ou designers convidados para fazer o projeto gráfico de uma matéria específica. Os principais componentes da estrutura de uma revista podem ser resumidos como a capa, a primeira página, as páginas simples internas, as páginas duplas e a página final. Em termos mais específicos, a capa, o índice, o editorial, a equipe ou staff, cartas do leitor e eventualmente ao final da revista um texto de um colunista convidado ou a opinião do editor ou diretor da revista, que no caso, é mais comum acompanhar as primeiras páginas.como vcs deixam qualquer pessou aditar isso ???


As capas, embalagens que vendem revistasEditar

A disposição dos elementos nos layouts das capas, como acontece com qualquer outro produto impresso, é caracterizada por simetrias ou assimetrias. O importante é a coerência na disposição de seus elementos.

Layouts assimétricos proporcionam um visual atraente. A força da imagem é equilibrada pelo bom uso da marca e pela disposição diferenciada do texto das chamadas, quando estas existirem. .).

Layouts simétricos transmitem mais estabilidade ao conjunto, porém, inibem o espaço de diagramação, como podemos observar no projeto gráfico da revista National Geographic, onde o equilíbrio é conseguido por meio da divisão de pesos visuais. Este modelo é importante quando temos uma marca de nome extenso e com uma tipografia serifada, por exemplo.pimba


A Marca da RevistaEditar

Sem Título-1

Capa da revista de moda espanhola DT, número 147 de dezembro de 2008.

Um dos fatores que contribuirão para a sobrevivência da publicação é a fixação da marca na mente do público leitor. A marca é um detalhe que necessita de muito estudo antes de sua definição. Via de regra, a marca de uma revista depende tanto de uma boa seleção tipográfica como de uma boa seleção cromática. Depois da primeira publicação, alterações somente são aceitáveis após um grande período de tempo e, quando necessárias. deverão ser sutis, evitando-se intervenções radicais no desenho - caso contrário, pode-se comprometer a identidade da publicação e acarretar a perda dos leitores já conquistados.

A marca envolve muita pesquisa e uma série de elementos que, em conjunto, criarão uma imagem harmônica na mente do leitor.


Legendas da capaEditar

Five
Tam
Gol
A maioria das capas de revistas inclui de uma a dezenas de chamadas para seu conteúdo, de modo a despertar a atenção do potencial leitor. A Five não possui chamada alguma em suas capas, já a Gol possui, porém, é minimalista, assim como a National Geographic.


Não existe um parâmetro que determine qual é a quantidade ideal para uma publicação. O importante, em qualquer estrutura, é que o designer saiba destacar as manchetes mais atraentes da capa, quando houver mais de uma, e, se for só uma, posicioná-la de maneira estratégica para capturar a atenção do público-alvo. Em nenhuma hipótese as chamadas de capa devem interferir na visualização das imagens principais que são o principal chamariz

Ngeo

de venda da revista. Quanto à tipografia para as chamadas, elas devem priorizar a força e a visibilidade das letras, oque privilegia as lapidárias ou grosseiras.

No exemplo da revista Figurino Noivas, à direita, logo abaixo, a imagem aparece contornada por várias chamadas, mas não é prejudicada por elas. Na revista da Gol e da Tam as chamadas tornam-se minimalistas valorizando a imagem principal.


Códigos de barra, data e preçoEditar

São informações obrigatórias e menos atrativas de uma capa. No entanto elas podem se ajustar à pagina e, inclusive, ser determinantes para a decisão de compra. Datas ou nº da edição são formas que o leitor usa para acompanhar os lançamentos da revista e também para avaliar a sua qualidade pelo tempo de existência.


ImagensEditar

As imagens de capa normalmente são contundentes. Devem ter a capacidade de captar a atenção do público-alvo, principalmente quando houver mais de uma imagem na composição do layout. Para isso, o designer precisa de certo conhecimento para avaliar imagens. Alguns cuidados básicos que devem ser tomados são verificar se o original ou originais que gerarão a capa estão com foco e resolução adequados; se o contraste das cores entre o elemento ou os elementos principais da foto com o fundo é adequado, e, se as cores de fundo não estão muito próximas das de elementos que compõem a imagem.

A percepção da imagem e o que ela nos indica, muitas vezes interfere na qualidade do layout. Quanto ao uso de figura humana, o que sempre irá funcionar bem é o bom uso do rosto. Uma foto em close do rosto humano sempre irá funcionar muito bem, não importa muito se a pessoa for bonita ou não.

A opção entre utilizar uma foto ou uma ilustração também é importante. As capas da ABC Design sempre usam mão do recurso de ilustrações como principal foco de apelo visual. A capa da revista da Pancrom, vista aqui ao lado também fez uso da ilustração de forma muito bem sucedida. Cabe ao designer decidir que grau de contundência sua imagem exige.

Páginas InternasEditar

As páginas internas de uma revista apresentam seções que permitem ao designer valorizar seu trabalho e, ao mesmo tempo, induzir o público-alvo a uma leitura agradável.

Detalhes que às vezes passam despercebidos aos desenhistas são focos visuais que podem e devem indicar ao leitor a seqüência e o ritmo com que deve absorver as informações.

A numeração, o título corrente, a marca, a seção, os ícones que identificam as seções merecem um tratamento especial, pois dessa codificação surgirá uma publicação de sucesso.


Índice e editorialEditar

Devem passar para o leitor todas as informações técnicas que este demandará por parte do periódico. Os sumários apresentam a ordenação paginação das principais matérias, podendo serem trabalhados de forma arrojada, destacando os números que identificam as páginas com corpos grandes e cores; ou podem seguir a linha da sobriedade. O público-alvo é que vai determinar o estilo mais apropriado que deve fugir do lugar-comum e apresentar configurações criativas. Já o editorial deve apresentar os endereços para e-mail, ficha técnica e equipe.

PropagandasEditar

Dentro de um projeto editorial, deve-se evitar confundir publicidade com o conteúdo das matérias. Sendo assim, a melhor opção é isolar a propaganda em uma página simples ou dupla dedicada especialmente para este fim. Da mesma forma que se seleciona o local e o layout para a publicidade, deve-se entender ededque o tipo de propaganda deve adequar-se ao tipo de público alvo da publicação.






Elaborado pelo prof. André Furtado – Departamento de Expressão Gráfica – UFRGS - 2009

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória